segunda-feira, janeiro 26, 2009

Maratona BTT do Mondego - Rescaldo

Pois é, ano novo vida nova e não há nada melhor para começar um ano que uma boa maratona.
A Maratona em questão tinha fama pois afinal de contas era 6ª edição, o Ricardo depressa tratou de aliciar a malta dizendo que o almoço era Leitão (Mentira)...
Feita a inscrição e solicitado patrocínio ao Pirry que gentilmente cedeu um barracuda para o transporte da Massi do meu irmão depressa chegou o dia 25 de Janeiro.
O dia não podia parecer pior! Arrancamos da Guarda às 6h30 da manha, chovia torrencialmente e o vento parecia que queria levar tudo.
Com cuidado lá seguimos estrada a fora em direcção a Coimbra, (NB: os suportes barracuda recomendam-se pois se sobreviveram à viagem de Domingo sobrevivem a qualquer coisa) apanhamos alguns "colegas" de BTT com as biclas em cima do carro, obrigado ao Golf (PA) pela companhia desde Nelas até ao IP3, e uma chamada de atenção ao Astra GTC que levava uma Orbea, se continuares a andar a essas velocidades vão acontecer-te 2 coisas, primeiro vais ficar sem carta, segundo vais ficar sem bicicleta pois velocidades acima de 130km/h acho que não são muito recomendadas quando se leva uma bicla em cima do carro.
Enfim retomando o relato, chegamos a Coimbra por volta das 8h15 e logo depois chegou o Ricardo. Preparadas as Maquinas e os atletas iniciamos a pequena ligação do Estádio Sérgio Conceição à Escola de Taveiro (onde iria ser feita a partida).
Pelo caminho encontramos "obviamente" imensa gente, afinal de contas eram quase 1000 participantes. Mas também encontramos pessoal da nossa terra, a equipa da GarBike e mais alguns conhecidos de uns de e outros...
A partida estava bem organizada, com muito espaço para toda a gente o que evitou os congestionamentos.
A parte inicial da prova foi feita em alcatrão mas depressa a lama começou a dominar. Sempre com um ritmo acelerado fiz a minha prova sem grandes problemas, os Massi Massi apenas me apanharam ao quilometro 23 tendo a partir dai rolado na companhia do meu irmão.
A prova estava bem marcada, e o percurso era fantástico mas infelizmente a chova dos últimos dias havia encharcado o terreno o que dificultava "ENORMEMENTE" o progresso da prova.
Sem nunca ter havido congestionamentos houve partes do percurso em que o pessoal se juntou mais, num desses locais cheguei à semelhança do meu irmão e de grande parte dos participantes e ficar com lama até ao joelho! :)
Como prometido a organização conseguiu fazer jus ao nome da prova o rio Mondego esteve presente em algumas partes do percurso, claro que como nem toda a gente fez os 80km a organização e o S. Pedro tiveram de levar à risca a expressão, "não vai Maomé à montanha, vai a montanha a Maomé".
Assim sendo houve partes do percurso em que o trilho parecia um rio e houve 2 zonas em que foi necessário molhar os pés e atravessar um pequeno regato com a maquina às costas.
Mas tudo isto, para alem de dificultar a prova também deu a sua graça à mesma. Havia os que reclamavam com tudo e todos e havia os que brincavam com a situação.
Para ajudar o pessoal a organização colocou em vários pontos do percurso mangueiras com agua para poder-mos limpar a maquina, parecendo que não ajudou imenso. O abastecimento foi como sempre bem vindo, quando lá cheguei já levava uma fome... ai ai... no mesmo havia as tradicionais barrinhas, águas, bebidas XPTO, fruta (banana) e bolos. O pessoal que lá estava era fantástico e bem disposto, até o pobre mecanico que estava de serviço certamente já farto de bicicletas e bttnistas acedia aos nossos caprichos e pedidos de manutenção.
Eu aprovei para lubrificar a minha princesa e ficou um brinco. Infelizmente 300 metros depois tornamos a entrar na lama e lá se foi a lubrificação...
A parte final (AKA a parte mais rolante) foi feita nos arrozais da zona. Infelizmente o que era para ser rolante não o foi, pois a lama como sempre estava presente, muito presente.
No final e resumindo acabei a prova em 355 com um tempo de 04:40:55 o meu irmão ficou em 352 com um tempo de 04:37:05 e o Ricardo em 320 com um tempo de 04:11:53.
Já me esquecia, como não podia deixar de ser o Rei do Furo manteve o seu pódio tendo furado logo no inicio da prova :) Boa Ricardo!!! Vê lá se arranjas um sistema run flat...

A telemetria

De Maratona BTT do Mondego - Rescaldo


O Track


Ver mapa maior

O Video
No alto junto ao Aeródromo de Coimbra

video

As fotos

Maratona BTT do Mondego - Rescaldo

terça-feira, janeiro 13, 2009

Passeio na Neve - ALTIMETRIA

Antes tarde que nunca.
Aqui está o track da voltinha de sábado



segunda-feira, janeiro 12, 2009

Passeio na Neve

Pois é, uma vez mais o S. Pedro mandou neve.
Claro que houve os habituais problemas com o transito, mas nem tudo é mau.
Como sempre estava eu sentadinho a almoçar em casa quando o telemóvel toca!! Do outro lado a habitual proposta... bora pedalar.
Tudo combinado para uma voltinha na neve, ponto de encontro no Iglo da Guarda.
Eu cheguei ao mesmo tempo do meu irmão e o Ricardo 3 min depois.
Preparadas as mulas ligados os GPS colocadas as luvas tudo ok para o inicio da aventura.
Desta vez o nosso navegador foi o Ricardo, pois ele queria testar o seu novo garmin oregon e tinha preparado o track no dia anterior em casa.
A voltinha pretendida levava-nos até Vila Franca do Deão com regresso pelas Avelas da Ribeira.
Como sempre, o gosto de pedalar pela neve é algo que não é possível de ser explicado por palavras, contudo contrariamente ao Invernal no sábado a neve estava mais gelada, logo mais escorregadia.
Como sempre o meu telemóvel tocou umas 3 vezes, (sou um gajo ocupado, é a vida).
E como sempre não tardou muito para que o nosso navegador se tivesse perdido.
O pastor bem dizia, olhe que o caminho é privado mas como os BTTenistas são uns gajos porreiros podem passar...
Enfim, neve muita neve, e gestas muitas gestas. Se a memoria não me falta devemos ter acabado em becos sem saída umas 4 ou 5 vezes... e como o relógio não perdoa depressa começou a anoitecer, e nós ainda no meio da serra sem saber para onde ir :)
Enfim um pouco a olho lá conseguimos descobrir um trilho para sair-mos do buraco onde estávamos metidos. Depressa encontramos alcatrão e então foi pedalar até casa...
No total a voltinha rendeu 30Km e um acumulado de 500m o que não foi mau.

Curiosidades,
a neve era tanta que gelou nas rodas, transmissão e quadro da bicicleta. Eu cheguei mesmo a fazer uns 4 Km com metade da cassete congelada e sem poder usar as 8 velocidades da mesma.
a agua da garrafa que levava no quadro gelou...
a bomba de ar, gelou...
o pessoal dos pezinhos presos teve que andar sempre a bater nos pedais e nem assim conseguiu tirar o gelo todo.

Recomendações para a próxima volta com muita neve:
Levar um maçarico portátil para dar algum calor e ajudar a derreter o gelo.

Aqui ficam 2 videos explicativos do tipo de terreno por onde andamos

video video

E algumas fotos:

Passeio na Neve 10/01/2009


Altimetrias e track fica para mais logo.


É verdade, já me esquecia... foi uma pena o Pirry ter adiado as castanhas... no final desta volta tinham caído mesmo bem!
Fica para a próxima

quinta-feira, janeiro 08, 2009

6ª Maratona BTT do Mondego - 25 Janeiro 2009

Pois é. Ano novo maratonas novas.

Este ano vou estrear-me em provas fora do nosso distrito.
Juntamente com o meu irmão e o Ricardo (os Massi Massi) vou participar na já muito conhecida maratona btt do mondego.

Aqui fica o resumo da prova:

In: "http://maratonabttmondego.blogspot.com/"

No dia 25 de Janeiro de 2009 - Domingo, a 6ª edição da Maratona de BTT do Mondego.
Esta edição e atendendo sempre às sugestões que nos têm sido feitas pelos participantes nas anteriores edições, irá haver 3 provas distintas:

40 Km - 80 Km - Passeio da Família

40 Km
Terá 1 reabastecimento com barras e bebida energéticas, água, fruta e queques

80 Km
Terá 3 reabastecimentos com barras e bebida energéticas, água, fruta e queques

O Passeio da Família
Destina-se a todos aqueles que se querem iniciar nestas andanças do BTT ou, por outro lado, queiram passear por estas bandas na companhia de toda a família, irá desenrolar-se em partes do percurso das outras provas e será uma prova com guia e tem uma vertente de Solidariedade para com a Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra. O Percurso será de baixa dificuldade, com cerca de 20 Km, percorrendo os campos do Rio Mondego.

As incrições estão abertas e poderão ser feitas através dos seguintes meios
http://maratonabttmondego.blogspot.com
btt.mondego@gmail.com
Fax 239 445 057
Correio para:
Núcleo Sportinguista do Mondego
Rua Comendador Eduardo Filipe, 50, Ribeira de Frades,
3040-865 COIMBRA.

Inscrições até 18 de Janeiro de 2009
Maratonas
15 Euros até 31 de Dezembro de 2008.
Após esta data a inscrição importará em 20 Euros.
Almoço incluído
As betetistas femininas participam, nas maratonas, de forma gratuita.

Passeio da Família
05 Euros + 05 Euros para almoço
As verbas recebidas com as inscrições no Passeio da Família vão reverter para a Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra


Brevemente iremos disponibilizar a altimetria dos percursos.
Qualquer informação adicional deve ser solicitada através do email: btt.mondego@gmail.com ou através dos tlm 917 543 780 ou 962 656 135

domingo, janeiro 04, 2009

A Primeira do Ano

Pois é, cá estamos nós em 2009 e apesar da Crise o S. Pedro foi nosso amigo e lá mandou um domingo simpático para o tradicional passeio BTT.
Como a minha pequena estava e está doente o passeio tinha que ser apenas uma "rapidinha".
Lá telefonei ao meu irmão, espanto, pela primeira vez o sacana não me quis fazer companhia... enfim compreende-se pois tinha que ir experimentar o seu brinquedo novo.
Após alguma discussão lá se conseguiu atingir um acordo.
Como o brinquedo novo do meu irmão é uma bicicleta de estrada (quem pode pode...) era intenção dele "obrigar-me" a acompanhar-lo pelo alcatrão (deve estar maluco!!).
Resultado, ficou combinado um ponto de encontro. Eu ia pelo alto do barrocal até ao Alvendre enquanto que ele seguia pela estrada até ao mesmo destino.
Com um ritmo sempre apressado em menos de 30 min cheguei ao Alvendre. e claro tive que estar à espera do "Ciclista". Enfim dois telefonemas feitos e ei-lo junto a mim.
A partir do Alvendre foi sempre a acelerar até casa pois o tempo não era muito.
No meio do caminho ainda houve tempo para trepar uma parede (subida do modelo) e encontrar o Ricardo (que não pagou um café)


Resumindo uma volta muito agradável com um ritmo excelente, segundo a analise ao Track do GPS a velocidade média foi de 15 Km/h (excluindo as paragens)

Gráfico de Altimetrica com desniveis


A vista fantástica do Barrocal:

O descanso da Maquina no Alvendre




Ultrapassada a parede do Modelo, bora posar para a Foto





Análise do Track